Especial Dilsinho Sábado 6 de julho

06/07/2019

Nesse sábado dia 06 de julho o especial com Dilsinho.

Dilson Scher (Rio de Janeiro, 26 de junho de 1992), mais conhecido como Dilsinho, é um cantor, e compositorbrasileiro. Várias músicas de sua autoria foram gravadas por astros de primeira constelação, como Thiaguinho, Sorriso Maroto e Alexandre Pires, sendo a composição mais famosa o hit “Maluca Pirada”, sucesso na voz de Alexandre Pires ao lado de Mumuzinho.

Dilsinho começou a carreira em 2009 como vocalista do grupo de pagode Para de Kaô, junto com seu primo Daniel e os amigos Gabriel e Marcinho, com o qual lançou a música "Maluca Pirada", que posteriormente se tornaria conhecida na voz de Alexandre Pires. Em 2013 o grupo se desfez e Dilsinho começou a gravação de seu primeiro disco solo, produzido pela dupla Bruno Cardoso e Lelê produtores do grupo Sorriso Maroto. Em 4 de fevereiro de 2014 é lançado seu primeiro álbum homônimo. Seu primeiro single, "Já Que Você Não Me Quer Mais" chegou a ter mais de 20 mil downloads no iTunes em uma semana.

Se liga na Metropolitana sábado 23 as 20hs, transmissão exclusiva

pelo site Garanhuns Eventos. 

Especial Sandy e Junior Sábado 25 de maio

23/05/2019

A Metropolitana Garanhuns vai fazer o especial Sandy & Junior neste sábado 25 de maio as 20 hs.

Sandy Leah Lima nasceu no dia 28 de janeiro de 1983 e Junior Lima nasceu Durval de Lima Junior em 11 de abril de 1984, em Campinas, São Paulo. Eles são os únicos filhos da empresária e produtora Noely Pereira de Lima e do cantor Xororó, que influenciaram o gosto deles pela música. Sandy foi apresentada à música de Elis Regina pela mãe e cresceu ouvindo seu pai cantar e tocar violão, enquanto Junior ganhou sua primeira bateria aos três anos de idade. Avó materna dos irmãos, a cantora Mariazinha também os incentivou a formar uma dupla musical na infância. Os irmãos estudaram da pré-escola até o ensino médio no Colégio Notre Dame, em Campinas.

Em 1989, o então apresentador do programa Som Brasil, Lima Duarte, recebeu na atração a dupla Chitãozinho & Xororó. Durante o programa, Xororó falou sobre o gosto de Sandy e Junior pela música. Eles então foram convidados a se apresentarem no programa. Após ensaiarem em casa junto ao pai e o tio, Sandy e Junior cantaram a canção "Maria Chiquinha" num programa que foi ao ar no final de 1989. O áudio da apresentação foi retirado da televisão e começou a tocar em emissoras de rádio, o que gerou interesse na gravadora PolyGram (atualmente Universal Music Group), que os convidou a assinar um contrato de três álbuns. Xororó relembrou o impacto que a apresentação da dupla causou: "As pessoas que viram o programa começaram a ligar para o meu escritório. Empresários queriam comprar shows, gravadoras queriam gravar. Aí fechamos com a PolyGram."Inicialmente, Xororó e Noely não foram favoráveis aos filhos assinarem o contrato e começarem uma carreira profissional tão cedo, mas Sandy e Junior insistiram e inclusive apelaram para o seu avô paterno, que apoiou os filhos (Chitãozinho & Xororó) quando eles quiseram começar uma carreira ainda na infância. Eles acabaram cedendo à "chantagem emocional" e deixaram que Sandy e Junior assinassem o contrato.

Nossa mãe cuidava muito para que a gente tivesse uma vida o mais normal possível. Ela preservava nossos momentos de folga para brincar com os amiguinhos e fazer as tarefas de casa. Nunca fiz aula particular em casa. Era a porção normal da nossa vida e precisávamos vivenciar isso, dou graças a Deus que nossos pais tiveram essa consciência. Fazíamos muitas coisas de criança comum e adorávamos isso. E tinha esse plus de ter a carreira, que era o que a gente mais gostava de fazer."

— Sandy sobre o início da carreira e infância.

 

Em abril de 2007, os irmãos anunciaram o fim das atividades em dupla e lançaram, em agosto, seu quarto álbum ao vivo, Acústico MTV, com setlist formada por diversos hits da carreira e três canções inéditas. O Acústico MTV da dupla foi certificado com platina pelas vendas do CD e platina dupla pelas vendas do DVD. Cinco canções do álbum foram certificadas com platina pela PMB, devido aos mais de 100 mil downloads digitais. Em resenha publicada n'O Globo, Jamari França elogiou o projeto, escrevendo: "Numa produção impecável, os dois atualizam o repertório de 17 anos de carreira discográfica com uma roupagem adulta muito bem tocada e arranjada".Débora Miranda, do G1, acredita que faltou "inovação" no projeto. No dia 18 de dezembro de 2007, Sandy e Junior realizaram o último show da turnê Acústico MTV no Credicard Hall, em São Paulo.[120]

Sobre o fim da dupla, os irmãos disseram: "Conversamos muito. Nos trancamos no quarto e ficamos horas. Temos certeza disso. A gente estava fazendo um som que a gente curtia, mas, às vezes, dava uma vontade de se expressar mais enquanto pessoa única. Deu essa vontade de ser único, individual. Felizmente, essa vontade aconteceu simultaneamente nos dois. Acho que foi o momento ideal sim. A gente tinha tido uma trajetória de bastante sucesso e não tinha que provar mais nada para ninguém. A gente sentiu que não tinha como explorar nossa música de maneira mais diversificada. E que, para percorrer caminhos diferentes, que nos desafiasse mais, só conseguiria fazer separado." No dia 28 de maio de 2008, fizeram a última aparição como dupla, ao receberem o prêmio de "Melhor Dupla de Canção Popular" no Prêmio Tim de Música.


Em março de 2019, Sandy e Junior anunciaram uma turnê em comemoração aos 30 anos da primeira performance televisionada da dupla, que aconteceu no programa Som Brasil, da Rede Globo, em 1989. Intitulada Nossa História, a turnê tem início em julho de 2019 e, segundo a dupla, deve relembrar a "era mais pop" de sua carreira, com coreografias, grandes estruturas de palco e shows em estádios. A dupla fez questão de frisar que o projeto não representa uma volta definitiva e que, após o fim da turnê, retornarão a seus projetos solo.

Sandy e Junior se surpreenderam com a alta demanda por ingressos e a comoção causada pela turnê.O sucesso de vendas levou ao remanejamento de algumas datas de show para locais de maior capacidade e também datas extras.